BONNIE TYLER | Yabatur
Quinta-feira 09 de abril de 2020

Cantora BONNIE TYLER pela primeira vez em Salvador, em turnê de 50 anos de carreira

Show inédito acontecerá na Concha Acústica do TCA, no dia 30 de maio

A diva pop galesa Bonnie Tyler chega a Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), no dia 30 de maio, às 19h, com o show da turnê de comemoração de 50 anos de carreira, no qual também divulga seu álbum lançado em 2019, Between the Earth and the Stars. A turnê pelo Brasil que começa em São Paulo, passa por Goiânia, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Tubarão, Rio de Janeiro, Recife e se encerra aqui em Salvador.

Contemporâneo, o álbum e o show incluem sucessos e momentos marcantes nos 50 anos de carreira da responsável por um dos maiores hits da década de 80, Total Eclipse of the Heart. Além da participação de David Mackay, que produziu seus dois primeiros álbuns nos anos 70, entre os compositores estão colaboradores de longa data como Kevin Dunne, Brian Cadd e Stuart Emerson; e novas contribuições com Sir Barry Gibb e Amy Wadge. O álbum também possui três emocionantes duetos com Rod Stewart, Cliff Richard e Francis Rossi.

“Eu já me apresentei em todo o mundo e ainda amo subir ao palco e divertir meus fãs fantásticos! Era a hora certa de voltar ao estúdio, mas queria marcar 50 anos de atuação com algo realmente especial. E fiz exatamente isso: o novo material em Between the Earth and the Stars está incrível!”, antecipa Bonnie.

No Brasil, a cantora também é conhecida por uma parceria realizada com Fábio Jr, em 1987, na música “Sem Limites Pra Sonhar”.

BIOGRAFIA COMPLETA

Bonnie Tyler, Gaynor Hopkins, nasceu em Skewen, pequena vila perto de Swansea, e se tornou uma das artistas mais conhecidas do País de Gales e paradas internacionais. Reconhecida por sua voz rouca e distinta e uma longa lista de singles de sucesso, Tyler incluiu nos shows da turnê brasileira Total Eclipse of the Heart, It’s a Heartache, Holding Out for a Hero, Lost in France, More Than a Lover, Bitterblue e If I Sing You a Love Song, entre outros. Em seus 50 anos de carreira, se apresentou em países de todo o mundo com generosos elogios da crítica pelos últimos álbuns Rocks and Honey e Between The Earth and the Stars.

Quando adolescente, Bonnie foi influenciada pelas maiores vozes femininas dos anos 60, especialmente Tina Turner e Janis Joplin. Depois de apresentar em bares e clubes locais em South Wales, primeiro com Bobbie Wayne & the Dixies e depois com sua própria banda, Imagination, ela foi descoberta pelo caçador de talentos Roger Bell em 1974. Dois anos depois, a RCA Records lançava seus dois singles de estréia My! My! Honeycomb, e o hit de sucesso Lost in France, escrito por seus managers Ronnie Scott e Steve Wolfe. O single chegou ao n. 9 no Reino Unido e passou seis meses nas paradas alemãs. Depois de desfrutar de mais sucesso com os singles seguintes e More Than a Lover and Heaven, Bonnie finalmente entrou nas paradas da Billboard com It’s a Heartache, que chegou a no. 3 nos Estados Unidos. Dos quatro álbuns que Bonnie gravou para a RCA, o Natural Force foi o mais bem-sucedido comercialmente, com mais de meio milhão de cópias vendidas nos Estados Unidos.

Pronta para abraçar a nova década, Bonnie mudou-se para a CBS Records, onde trabalhou com Jim Steinman no início dos anos 80. Desta parceria resultou o inovador sucesso internacional Total Eclipse of the Heart, que rendeu muitos prêmios que ainda goza de relevância cultural no século XXI. Com o quinto álbum, Faster Than the Speed of Night, Tyler se tornou a primeira artista britânica mulher a estrear na parada do Reino Unido. Também nos anos 80, gravou várias trilhas sonoras de filmes, incluindo o hit Holding Out for a Hero for Footloose, e o single indicado ao Grammy Here She ComesHide Your Heart, de 1988, foi o terceiro álbum de Bonnie produzido por Desmond Child para a CBS, com algumas músicas que se tornaram hits de outros artistas, incluindo The Best, com Tina Turner e Save Up All Your Tears, com Cher.

Nos anos 90, Bonnie assinou com a gravadora alemã Hansa Records por três álbuns. O primeiro, Bitterblue, rivalizou com o sucesso de seu álbum de carreira, Faster Than the Speed of Night em alguns países europeus, recebendo o Prêmio 4x Platinum na Noruega. Seus álbuns seguintes Angel Heart e Silhouette in Red também se tornaram discos de platina em partes da Europa.

Bonnie se reuniu com Jim Steinman em 1995 após assinar com a EastWest Records. Ela gravou versões épicas cover de Making Love (Out of Nothing At All) e Two of Three Ain’t Bad para seu álbum Free Spirit, que contou com o trabalho de grandes produtores incluindo Humberto Gatica, Christopher Neil e David Foster. Seu segundo disco com a EastWest, intitulado All in One Voice, chegou pouco antes do novo milênio.

No início dos anos 2000, assinou um contrato único com a EMI para gravar Heart Strings, um álbum de covers de rock clássico com sua banda de turnês e a Orquestra Filarmônica da Cidade de Praga. Bonnie gravou seus próximos dois álbuns pop-rock, Simply Believe e Wings, com os produtores Jean Lahcene e Stuart Emerson.

Contemplada com o Prêmio de Música ECHO de ‘Melhor Artista Internacional de Pop / Rock’ em 1994, a artista também recebeu três prêmios Goldene Europa, três indicações ao Grammy e BRIT, duas à AMA e uma à ACM. Recebeu dois diplomas honorários das universidades de Swansea e Cardiff e um distintivo de ouro da BASCA em 2013. Bonnie representou o Reino Unido em dois concursos internacionais de música. Em 1979, ela ganhou o Yamaha World Popular Song Festival com sua música Sitting On the Edge of the Ocean. Depois de competir no Eurovision Song Contest com Believe in Me em 2013, recebeu dois ESC Radio Awards por Best Song e Best Singer’.

Além das faixas atemporais que a tornaram mundialmente conhecida, Bonnie provou sua versatilidade com um álbum bilíngue que ficou em no.1 na França e duetos com Vince Gill, Cher, Fabio Jr., Shakin ‘Stevens e Todd Rundgren. Em 2013, lançou o álbum de influência country, Rocks and Honey, gravado no lendário Blackbird Studios em Nashville com David Huff.

Local: Concha Acústica do TEATRO CASTRO ALVES

 Data: 30/05/2020 – às 19 horas

 Classificação: Livre.

COM LIMITE DE COTA DE MEIA ENTRADA

INGRESSOS:

PLATEIA – 4300 à venda

R$ 240,00 a inteira, sendo 2580 ingressos

R$ 120,00 a meia, sendo 1720 ingressos

CAMAROTE – 200 à venda

R$480,00 a inteira, sendo 120 ingressos

R$240,00 a meia, sendo 80 ingressos**

DESCONTOS:

40% sobre a inteira para assinantes do Clube Correio INDIVIDUAL 
40% sobre a inteira para assinantes do A Tarde +  INDIVIDUAL 

**valores sujeitos a taxas de serviços administrativos e taxa de entrega de acordo com a localidade.

Sugestões, transportes, ingressos em domicilio, grupos e serviços afins relacionados com a cidade do show; falecom@yabatur.com ou televendas Yabatur; (71) 98158-5888 atendimento celular e “zap” ou 3017-7663.

#INGRESSOSEMDOMICILIOYABATUR #TRANSFERYABATUR #YABATUR24ANOS #YABATURCULTURAL2020 #MEDIANTEADISPONIBILIDADE #PACOTEYABATUR2020 #AEREOYABATUR2020