Clarice Falcão “Em Conserto” | Yabatur
Sexta-feira 23 de agosto de 2019

Clarice Falcão apresenta no show “Em Conserto” no

Teatro Castro Alves

A cantora, compositora e atriz Clarice Falcão traz para Salvador no dia 13 de setembro (sexta-feira) o show de lançamento de seu terceiro álbum, “Tem Conserto”, lançado em junho deste ano. A cantora sobe ao palco do Teatro Castro Alves, às 21h, acompanhada pelo produtor Lucas de Paiva (synths e programação) e pelos músicos Erica Alves e Gabriel Guerra (synths). Com a turnê “Em Conserto”, Clarice mostra o novo repertório ao lado de seus grandes sucessos em nova roupagem, mais próxima da sonoridade eletrônica do disco recém-lançado.

“Tem Conserto” é o terceiro álbum de estúdio da cantora e compositora Clarice Falcão. Produzido por Lucas de Paiva (Alice Caymmi, Mahmundi, Silva), o disco traz nove faixas inéditas que exibem uma artista motivada pela própria vulnerabilidade e enfim confortável em explorar algumas das questões mais profundas sobre ela mesma.

Em “Tem Conserto”, Clarice constrói um arco narrativo inspirado pela própria experiência com ansiedade extrema e depressão profunda, distúrbios que a acompanham desde a adolescência. À sua maneira, a obra é um encontro do fluxo narrativo “sobre uma pessoa só” de Monomania (2013), álbum que apresentou as qualidades da Clarice compositora ao país, com o amadurecimento proporcionado pelo eclético Problema Meu (2016), disco com produção de Kassin em que a cantora foi além do folk, experimentando linguagens que iam do carimbó ao synthpop.

O novo disco é fruto de um processo de descoberta mútua entre ela e Lucas de Paiva, com resultados inéditos para os dois: enquanto Clarice descobriu, através de Paiva, as infinitas possibilidades musicais da produção eletrônica, ele encontrou alguém capaz de transformar as batidas e sons sintéticos aos quais ele estava acostumado em trilha para histórias de grande teor emocional.

Mesmo quando obviamente fala dela mesma, como no single “Minha Cabeça” – faixa de abertura do disco – a cantora e compositora o faz de forma que não afasta os ouvintes, pelo contrário; é difícil inclusive, em tempos como os nossos, não se identificar com as tormentas internas descritas ao longo da música.

Na sequência do álbum, “Minha Cabeça” dá lugar a “Mal Pra Saúde”, música com clima oitentista e uma das letras mais explicitamente ácidas da carreira da cantora. Nas duas faixas seguintes, as emocionantes “Morrer Tanto” e “Esvaziou”, Clarice expõe a própria dor como nunca antes, abordando respectivamente sua relação próxima com a depressão e o vácuo deixado pela morte repentina de alguém.

Se a primeira metade do álbum nos arrasta ao fundo do poço, a etapa final nos leva à euforia completa, não livre das mazelas que as noites de exageros trazem à nossa saúde mental. “Horizontalmente”, faixa de transição entre os dois climas, é uma reflexão sobre a apatia apresentada como música de pista, a primeira de uma sequência de três faixas inspiradas pela house music. Em “Dia D”, a seguinte, Clarice resgata o bom-humor pelo qual é conhecida ao brincar com a energia libertária do sexo como compensação às frustrações cotidianas do pós-capitalismo. Por fim, na irresistível “CDJ”, ela descreve o amor repentino por um ou uma DJ sobre a base mais dançante do álbum, marcada pelos graves oscilantes de sintetizadores em contraponto ao timbre doce da voz de Clarice.

Depois de tanto excesso, o que há pela frente para quem se vê cegada pelos próprios impulsos? Mais excessos. Clarice conclui essa temática com “Só + 6”, faixa que descreve perfeitamente a ansiedade constante da geração millenial. Por fim, o álbum se encerra com “Tem Conserto”, faixa-título que traz um sopro de esperança com base que evoca a escola britânica de produção eletrônica.

Local: SALA PRINCIPAL do TCA.

Data: 13/09/2019 às 21h.

Classificação: 14 ANOS

CAPACIDADE: 1.554 LUGARES

INGRESSOS:  

COM LIMITE DE 40% DE COTA DE MEIA ENTRADA

A a Y – R$96,00 a inteira e R$48,00 a meia – 599 ingressos a venda, sendo 359 inteiras e 240 meias.

Z a Z11 – R$72,00 a inteira e R$36,00 a meia – 648 ingressos a venda, sendo 389 inteiras e 259 meias

NÃO SERÁ PERMITIDO O ACESSO APÓS INICIO DA APRESENTAÇÃO

CRIANÇAS DE 0 A 12 ANOS PAGAM MEIA-ENTRADA.

#aereoyabatur2018#ingressosemdomicílio #transporte #yabaturcultural #teatro2018

**valores sujeitos a taxas de serviços administrativos e taxa de entrega de acordo com a localidade.

Sugestões, transportes, ingressos em domicilio, grupos e serviços afins relacionados com a cidade do show; falecom@yabatur.com ou televendas Yabatur; 71 99141-0487/99610-2665 ou 3017-7663.

#INGRESSOSEMDOMICILIOYABATUR #TRANSFERYABATUR #YABATUR23ANOS #YABATURCULTURAL2019 #MEDIANTEADISPONIBILIDADE #PACOTEYABATUR2019 #AEREOYABATUR2019